WEB RÁDIO NOVA ALIANÇA GOSPEL

NOSSOS PARCEIROS MISSÃO EVANGELIZAR È PRECISO

NOTICIAS E INFORMAÇÃO DO MUNDO GOASPEL

RÁDIO NOVA ALIANÇA E AS NOTICIAS DO MUNDO CRISTÃO 24 HORAS NO AR NOVA ALIANÇA LÍDER EM AUDIÊNCIA

sexta-feira, 9 de março de 2018

Por acusação de “blasfêmia” no Facebook, muçulmanos expulsam 800 cristãos de suas casas

No Paquistão, final do mês passado, um caso envolvendo uma publicação no Facebook feita por um jovem causou o sofrimento de centenas de cristãos, expulsos das suas casas sob ameaças de morte. Isso, porque, os muçulmanos da região não admitiram que uma foto, considerada “blasfêmia”, contendo a imagem do túmulo de Maomé, permanecesse publicada. O caso aconteceu no bairro de Dahir, subúrbio de Shahdara, cerca de 50 km da capital Lahore. O jovem Patras Masih, de 20 anos, publicou a foto de um homem não islâmico utilizando sandálias no Roza-e-Rasool, local do túmulo de Maomé se encontra, na Arábia Saudita. A foto foi considerada uma grave “blasfêmia” e Patras foi solicitado que excluísse a publicação, mas ele se negou. O fato causou revolta entre os islâmicos, que reuniram quase 3.000 devotos para saíram às ruas do bairro, protestando contra o que consideraram uma ofensa, segundo informações da Associação Cristã Paquistanesa Britânica. Os muçulmanos pediram a morte de Patras por enforcamento. Eles bloquearam as ruas, agrediram os moradores e ameaçaram queimar as casas dos cristãos que vivem no bairro, forçando-os a fugir do local. Com medo e tentando evitar mais danos à comunidade cristã, a família do jovem entregou ele às autoridades: “À noite, quando a multidão irritada estava ficando fora de controle, fomos ao superintendente da polícia e entregamos Patras para eles”, disse Arif, tio do rapaz. “Desde então não soubemos o que aconteceu com ele”. O Paquistão é um dos países listados pela organização Portas Abertas, como um dos locais de maior perseguição religiosa contra os cristãos no mundo, junto com a Índia e a Coreia do Norte. O destino do jovem Patras ainda continua um mistério, mas a família pede orações pelo filho, apesar de imaginar que ele já pode ter sido assassinado pelos extremistas locais.
Fonte:Noticias Gospel Mais / Por-http://www.radionovaalianca.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário